segunda-feira, 18 de maio de 2009

Influências literárias...


Vejo uma luz
No fundo de algum poço
É a melancolia, é o spleen
De Edgar Allan Poe.

Vejo um Brás Cubas rindo
Da minha insegurança
Vejo Machado sorrindo
Ouço um som de piano.

Vejo Nora dançando
Numa sala czarista,
Vejo o Jardim das Cerejeiras
Sendo destruído.

Vejo uma estação de trem
É um amigo partindo,
Sinto O Corvo pousar nos meus ombros,
Sinto o medo sumindo.

Vejo portas e portas se abrindo
Vejo mais um "amor" se indo
As lágrimas não rolam
É o fim da história.

2 comentários:

azuladovermelho disse...

e eu sinto todo o meu labio sorrindo pelo tom da tua poesia..
e magia sim..ela tem fantasia e mistura as cores do jeito que lhe da...beijo!!

Stephy disse...

Adorei o poema :)
Você deve gostar de história e de autores famosos ne? A mistura ficou perfeita, repleta de docura.
Eu gostaria de dançar numa sala czarista! ^^

Beijos!